segunda-feira , 1 setembro 2014
RC News
Londrina enfrenta Criciúma na primeira fase da Copa do Brasil
Foto: Robson Vilela/ Redação em Campo

Londrina enfrenta Criciúma na primeira fase da Copa do Brasil

Londrina e Criciúma já se enfrentaram oito vezes na competição. Foto: Robson Vilela/ Redação em Campo

Londrina e Criciúma já se enfrentaram oito vezes. Foto: Robson Vilela/ Redação em Campo

O Londrina Esporte Clube conheceu nesta sexta-feira (10), o seu adversário na primeira fase da Copa do Brasil. No sorteio realizado pela Confederação Brasileira de Futebol CBF, o Tubarão terá pela frente o Criciúma, que está na Séria A do Brasileiro, e tem para essa temporada o reforço de Paulo Baier no ataque.

A primeira partida será disputada em Londrina, e o jogo de volta em Santa Catarina. Isso porque o LEC está em posição inferior a do Criciúma no ranking na CBF, fator que determina o mando de campo. Se o time alviceleste perder por dois gols ou mais de diferença, estará automaticamente eliminado. Já se passar pelo time catarinense, vai enfrentar a equipe que vencer o confronto entre Barueri e Goianésia.

Essa é a terceira vez que o Tubarão participa da competição, a primeira vez foi em 1993, garantindo a vaga após ganhar o título do Paranaense de 1992. Naquele ano, o Londrina enfrentou grandes clubes do cenário nacional, como Internacional e Flamengo, em que perdeu para o time carioca no jogo de ida, no Maracanã, e empatou no Estádio do Café, sendo desclassificado na terceira fase.

Em 2010, ano em que também disputou a Copa do Brasil, o LEC saiu logo na primeira fase, após perder os dois primeiros jogos para o Uberaba (MG).

Londrina e Criciúma já se enfrentaram oito vezes desde suas respectivas fundações. São três vitórias para o LEC, quatro do Criciúma e um empate, sendo 11 gols do alviceleste e 13 do adversário. O último confronto das equipes foi em 2002, pela Série B do Brasileiro, vitória do time catarinense.

A Copa do Brasil tem previsão para começar no dia 12 de março, e conta com 80 times. Os dias e horários dos jogos ainda não foram divulgados.

Preserve o jornalismo e cite a fonte ao copiar. Se diploma não vale nada, a ética deve servir. Pelo bem do jornalismo. Equipe Redação em Campo.

Sobre Pedro Marconi

Pedro Marconi
Curso Comunicação Social na Unopar e trabalho na redação do jornal Folha de Londrina desde 2012. Apaixonado pelo jornalismo, escolhi fazer dessa área meu trabalho e diversão. Nas horas vagas assumo meu posto como coordenador de alguns movimentos ligados à Igreja. E no momento estou com o coração apaixonado...Pelo Tubarão!
ÚLTIMAS NOS BLOGS
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.