terça-feira , 21 outubro 2014
RC News
No primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, Atlético-PR e Flamengo ficam no 1 a 1
Foto: Gustavo Oliveira/ Site oficial Atlético-PR

No primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, Atlético-PR e Flamengo ficam no 1 a 1

Foto: Gustavo Oliveira/ Site oficial Atlético-PR

Flamengo joga por empate sem gols, 1 a 1 leva decisão para os pênaltis, qualquer outro empate, o título fica com o Furacão. Foto: Gustavo Oliveira/ Site oficial Atlético-PR

O primeiro jogo da decisão do título da Copa do Brasil 2013 ficou no empate em 1 a 1. Atlético-PR e Flamengo se enfrentaram na noite desta quarta-feira (20), no Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba. Os gols foram marcados por Marcelo aos 17 minutos do 1º tempo e Amaral deixou tudo igual aos 30 minutos da primeira etapa.

Com uma apresentação abaixo do esperado, o Furacão não conseguiu construir um placar expressivo e o Flamengo jogou de maneira tranquila aproveitando os espaços. Agora, a equipe carioca leva vantagem de jogar por um empate sem gols na partida da próxima quarta (27), no Maracanã para ser campeão. Empate em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis, qualquer outro empate, o título fica com o Furacão.

Duas ‘bombas’ e placar igual

Como todo jogo de decisão, a tensão marcou os minutos iniciais deixando a partida truncada. Porém, o Atlético buscando sua estratégia de jogadas de ligação, não marcava e assim, o Flamengo ia tocando e tendo maior posse de bola até os 10 minutos. Os visitantes iam ao ataque e por duas vezes estiveram em impedimento.

A torcida atleticana seguia empurrando e aos 17 minutos Marcelo recebeu e mandou uma bomba sem chance de defesas para o goleiro Felipe.  Mas a comemoração durou apenas 13 minutos, quando Amaral , num lance muito parecido ao de Marcelo, chutou forte e balançou as redes deixando tudo igual na Vila. 1 a 1.

Aos 40 minutos, o técnico Jayme de Almeida teve que fazer a segunda substituição por lesão. Chicão deu lugar a Samir e André Santos já havia saído para entrada de João Paulo antes dos 30 minutos. Nos minutos finais, as equipes não criaram tantas oportunidades deixando o jogo equilibrado e o resultado foi para o intervalo em  1 a 1.

Atlético vai pra cima, mas placar permanece empatado

Para o segundo tempo, o Atlético voltou pressionando mais, diferente do início da primeira etapa. O Flamengo não conseguiu ter o mesmo domínio, tendo apenas três oportunidades, uma delas ao 9 minutos, com Hernane, chegando com muito perigo.

Apesar do Furacão seguir com as melhores investidas e até por algum tempo parecer que o segundo gol estava próximo de ser marcado, o Flamengo valorizava a posse de bola e trabalhava nos espaços no meio de campo criando algumas chances. Aos 30, os visitantes tiverem ótima oportunidade em cobrança de bola parada, muito próxima à área, mas Luiz Antonio acabou mandando para linha de fundo.

O tempo ia passando, poucas oportunidades iam aparecendo e os visitantes se fechando. O Atlético insistiu, mas não conseguiu acertar a finalização. No duelo entre rubro-negros, o resultado em 1 a 1 foi melhor para os cariocas.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO PARANAENSE 1 X 1 FLAMENGO

Atlético-PR: Weverton; Juninho, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho (Dellatorre); Deivid, Zezinho, Everton e Paulo Baier (Maranhão); Marcelo e Ederson.
Técnico: Vagner Mancini.

Flamengo: Felipe; Léo Moura, Chicão (Samir), Wallace e André Santos (João Paulo) ;Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo (Diego Silva); Paulinho e Hernane.
Técnico: Jayme de Almeida.

Local: Estádio Durival Britto e Silva (Vila Capanema), em Curitiba (PR).
Data/Horário: 20/11/2013, às 21h50.
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (SP).
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Alessandro A Rocha de Matos (BA).

Público/Renda: 15.494 pagantes / 16.936 total / R$ 780.080,00
Cartões Amarelos: Pedro Botelho, Éverton (Atlético-PR). Léo Moura, Elias (Flamengo)
Gols: Marcelo aos 17’ do 1º tempo para o Atlético-PR. Amaral aos 30’ do 1º tempo para o Flamengo.

 

Preserve o jornalismo e cite a fonte ao copiar. Se diploma não vale nada, a ética deve servir. Pelo bem do jornalismo. Equipe Redação em Campo.

Sobre Fabia Ioscote

Fabia Ioscote
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná e pós-graduada em Marketing pela PUC-PR. Fundadora do Redação em Campo. Curitibana, viciada em futebol de segunda divisão e em aprender idiomas. Aprendiz de empreendedorismo, amante da astronomia, rock n’ roll e defensora dos animais nas horas vagas.
ÚLTIMAS NOS BLOGS
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.