sábado , 20 dezembro 2014
RC News
Clube Atlético Seleto: lembrar do passado, para construir o futuro

Clube Atlético Seleto: lembrar do passado, para construir o futuro

Um dos mais tradicionais clubes deste estado, o Clube Atlético Seleto, de Paranaguá, vive dias de ostracismo. Fora do futebol profissional desde 1971 e com dificuldades para conseguir patrocínios. Porém, com muito amor a essa instituição, os seletenses mantêm viva a paixão e lembram das glórias do passado para tentar construir um futuro melhor.

 

O clube ainda mantém suas atividades, como amistosos com o time cinquetinha, categorias de base e a sede social, tendo o Baile Vermelho e Preto, que existe há quase 50 anos como um dos mais tradicionais do litoral, reunindo todos os anos milhares de pessoas.

 

O início

 

Fundado em 07 de junho 1926, a cidade de Paranaguá conheceria mais um tradicional clube do litoral: o Seleto Esporte de Clube. A reunião de fundação ocorreu no Café Central, na Rua 15 de Novembro.  Porém, em 1947, o Seleto acabou fazendo uma fusão com o Clube Atlético DNC, originando o atual Clube Atlético Seleto.

 

Ápice no futebol profissional

 

O clube do litoral atingiu seu ápice em 1964, sendo vice-campeão paranaense, perdendo o título para o Maringá. Neste ano, o atleta do Seleto, Quarentinha, foi o artilheiro da competição.

 

O campeonato foi dividido em três grupos, denominados Zona sul, Zona Norte Novo e Zona Norte Velho. O Seleto ficou no grupo Zona Sul, ao lado do Coritiba Foot Ball Club, Clube Atlético Paranaense, Britânia, Ferroviário e o seu maior rival, o Rio Branco de Paranaguá. O rubro-negro do litoral desbancou todos adversários e foi o campeão do grupo.

 

Na disputa do triangular com o Grêmio Maringá (Zona norte novo) e o Cambará Atlético Clube (Zona norte velho), deu Maringá, conquistando o título e o time parnanguara com o 2° lugar.

 

Outra boa participação do clube no estadual foi em 1970, com o 6º lugar conquistado. A última vez que o Seleto disputou competições oficiais foi no ano seguinte, 1971, pelo Campeonato Paranaense. Dos 20 participantes, o clube ficou na 17ª posição.

 

Categoria infantil Seleto. Foto: divulgação Seleto

Categorias de base passam por dificuldades, mas revelam mais um “Menino da Vila”

 

Sem disputar o futebol profissional, membros da direção do Seleto decidiram manter as atividades no futebol através das categorias de base, isso em 1998, tendo como objetivo maior  o Projeto Social e em segundo plano revelar jogadores. Atualmente, são três categorias: pré-Infantil, infantil e Juvenil, que disputam a Copa Metropolitana de Futebol, organizada pela Empresa Planeta Bola Eventos.

 

Contando com poucos recursos, as dificuldades são imensas, que vão desde o transporte para os jogos até a compra de materiais esportivos. “Não recebemos nenhum apoio da Prefeitura e o que temos é uma ajuda de três empresários da cidade. Até o material esportivo que temos vem de doações destes empresários ou até dos pais dos nossos alunos”, comentou o coordenador das categorias de base do Seleto, Emar Chaves.

 

Foto: reprodução

Mesmo assim, na Copa Metropolitana a equipe já conquistou vários títulos em todas as categorias, mas o grande orgulho do momento foi a revelação em 2009 do atacante Matheus Augusto. Ele treinou por dois anos na escolinhas do Seleto e em 2011, foi contratado pelo Santos Futebol Clube.

 

“Na época, vários clubes quiseram que o Matheus treinasse com eles. Mas fiz alguns contatos e fomos para Santos fazer um teste. Ele passou e hoje já é considerado uma das promessas do time paulista e tem contrato com a Nike. Esse é um projeto social que visa tirar os meninos da rua. Mas quando conseguimos revelar algum jogador, sem dúvida é muito gratificante para nós do Seleto”, enalteceu Emar.

 

Foto: reprodução

Matheus já foi convocado para Seleção Brasileira, disputou o Sul-Americano de 2011 no Uruguai e foi campeão. Por isso, já é considerado mais um Menino da Vila que deve brilhar muito em breve no gramado onde Pelé se tornou o Rei do futebol.

 

3ª Divisão em 2013?

 

Eleita em 2012, a nova diretoria do Seleto revelou ao Redação em Campo diversas ações que estão sendo feitas para reestruturação. E uma das iniciativas é, depois de 41 anos, retomar as atividades profissionais com a volta para a 3ª divisão do Campeonato Paranaense.

 

“Existe sim a possibilidade. Nosso presidente, Sr. Heron Lullez recebeu um empresário que está interessado em utilizar a marca Seleto. Este empresário ficou de nos apresentar o projeto para utilizar a marca Seleto e disputar o Campeonato Paranaense da 3ª Divisão. Agora é sentar e conversar para que o clube e o empresário cheguem a um acordo”, revelou Emar.

 

Se a parceria se concretizar, os parnanguaras poderão ver novamente dentro das quatro linhas o grande clássico do litoral, Sele-Rio. A família seletense aguarda anciosa por esse encontro e para ver novamente o vermelho e preto do Seleto tremular de alegria em futuro próximo e cheio de alegrias.

 

“Estamos reestruturando o clube com a realização de diversos eventos. Além disso, vamos  resgatar a história, com homenagens aos antigos jogadores. A nossa diretoria não está medindo esforços e com a união de todos que amam o Seleto vamos fazer o clube crescer e volta aos grandes momentos no futebol”, disse o diretor jurídico do clube, Dr.Adilson Augusto Wassão Junior.

 

Veja a nova diretoria do Clube Atlético Seleto

 

Presidente: Heron Lullez
Vice-presidente: Edson Fernandes Zacharias
Tesoureiro: Antonio Luiz Alves
Diretor Jurídico: Dr. Adilson Augusto Wassão Junior
Departamento Médico: Dr. Mario Percegona
Diretor de Esportes: Ciro de Freitas Maria
Diretor de Patrimônio: Adilson Inácio dos Santos
Diretor de Divulgação: Sandra Mara Corrêa
Orador: Amilton Aquim

 

_

 

Preserve o jornalismo e cite a fonte ao copiar. Se diploma não vale nada, a ética deve servir.
Pelo bem do jornalismo. Equpe Redação em Campo.

 

 

Sobre Luiz Fernandes

Luiz Fernandes
Apaixonado por futebol, fui buscar no Jornalismo a alternativa para me envolver ainda mais com o esporte. Curso de Jornalismo Esportivo pela ACEPPR, Produção de TCC sobre uma Revista Esportiva no Paraná. Desde 2009 atuo como Assessor de Comunicação e atualmente também sou repórter do Redação em Campo.

Comentários

  1. nivaldo raimundo longo disse:

    Tem que voltar o Gremio Esportivo Maringa,o galo do norte,saudade daquele time dos anos 60.

  2. Fabio Vieira de Souza disse:

    Legal,times tradicionais tem que voltar mesmo,Batel de Guarapuava,Matsubara de Cambará,Gremio Maringá(Sem A.A),E Seleto de Paranaguá,não sou da época que o clube jogava profissionalmente,mas sei que era um clube respeitado.

    Torço para em breve ver um Seleto x Rio Branco no Caranguejão.

  3. Sandro Pereira de Deus disse:

    Olá sou pai do jogador Diego Martins de Deus da categoria infantil
    e estou acompanhando as noticias e isso mesmo estou torcendo para que se torne real este sonho de poder participar do campeonato na terceira divisão já é um grande um grande passo parabéns a todos.
    grande abraço
    Atenciosamente Sandro

  4. Mateus Putrique disse:

    Ainda hoje sinto saudade dos jogos que assisti entre Seleto e Rio Branco,
    o famoso Sele-Rio, que agitava acidade nos finais de semana. Torço mesmo para que o nosso SELETO volte ao futibol profissional, para alegria dos parnanguaras, em especial aos rubronegros.

  5. JAYME SOARES PAIVA disse:

    Olá, sou desportista e tenho um tio aí em Paranaguá (Dirceu) foi goleiro do Rio Branco na época áurea do Seleto, ele sempre comenta que nos clássicos daquela época saia fogo, torço também daqui da minha terra onde estou radicado, para que o seleto volte, sucessos…

    JAYME PAIVA – DOURADOS – MS.

ÚLTIMAS NOS BLOGS
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.